No prelo há mais de 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos
Acrósticos (1) Artigos (4) Contos (2)
Cordel (26) Frases (24) Haikais (3)
Humor (5) Mensagens (4) Natal (8)
Pensamentos (20) Poesias (355) Sonetos (1068)
Textos Eróticos (2)
Título Categoria Data Leituras
A caminho do céu Poesias > Pensamentos 23/02/18 21
Sectarismo Poesias > Transcendentais 14/02/18 20
Embriaguez filosófica Poesias > Surrealistas 12/02/18 24
A saga de Adão (saído da oficina com alguns reparos) Poesias > Redondilha 11/02/18 11
Teologia tupiniquim do carnaval Poesias > Humor 10/02/18 20
As vidas de cada um Poesias > Pensamentos 28/01/18 21
Prejulgamento Poesias > Pensamentos 27/01/18 20
Sampa Poesias > Surrealistas 25/01/18 13
Grito de alerta Poesias > Pensamentos 25/01/18 27
O trabalho Pensamentos 23/01/18 27
Exercitando a liberdade Poesias > Pensamentos 19/01/18 19
Eus Poesias > Surrealistas 18/01/18 13
A raiz da felicidade Poesias > Pensamentos 15/01/18 18
Teoria da felicidade Poesias > Pensamentos 15/01/18 13
O tom do segredo Poesias > Pensamentos 14/01/18 18
Pela lente da arte Poesias > Pensamentos 14/01/18 13
Quanto vale ser feliz Poesias > Pensamentos 13/01/18 19
Masturbação intelectual Poesias > Surrealistas 05/01/18 37
Recesso de Natal ao carnaval Poesias > Humor 22/12/17 14
SANTA CLAU$ Poesias > Reflexão 21/12/17 12
Página 3 de 77 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras