No prelo há quase 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos

Palavras e sons...

E eu que sou apenas um rapaz,
com meus sessenta anos mais uns três,
hei de cortar a carne de vocês
até os meus setenta ou pouco mais.

Também hei de fazer voltar atrás
o tempo em que curtia, mundo afora,
os papos e os sons, que, só agora,
pululam nas paradas musicais.

E eu que sou apenas um poeta,
uma versão mofada e incompleta
dalgum cantor latino-americano...

Por não ter um parente importante,
vasculho pelos livros, na estante,
as palavras e sons que não têm dono.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 02/05/2017
Alterado em 02/05/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras