No prelo há quase 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos

"Detesto, de saída, quem é capaz de marchar em formação com prazer ao som de uma banda. Nasceu com cérebro por engano; bastava-lhe a medula espinhal." Albert Einstein, em: Minha Imagem do Mundo

"Apresentaaarrr... armas!"

Marcha, soldado! um, dois... um, dois... direita
esquerda, um, dois... volver! Marcha, soldado!
E bate o pé em marcha, lado a lado,
e bate continência a marcha inteira.

E marcha à luz da farda e da bandeira,
enquanto a banda toca o seu dobrado,
e o chão, acostumado a ser pisado,
ecoa o som da bota derradeira.

E marcha a mesma marcha, um, dois... um, dois...
E leva a arma ao ombro, um, dois... um, dois...
E bate continência... e nada mais!

E deixa para história, bem depois,
não mais que o murmúrio: um, dois, um dois...
e o destino nas mãos dos generais.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 15/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras