No prelo há quase 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos

"Há duas espécies de poetas - os que pensam o que sentem, e os que sentem o que pensam." Fernando Pessoa

Dualidade

Eu penso em tudo aquilo que eu sinto
e sinto o que eu penso, enquanto penso.
Pois, quando reto, sinto que sou penso,
e quando penso, penso o que não sinto.

É como, se ao beber um vinho tinto,
o mundo se tornasse tão imenso,
que, ao me ver pensar, como ora penso,
me fizesse sentir tudo o que sinto.

Não sei se sou poeta, o quanto sinto,
ou uma taça a mais do vinho tinto
que me fez um poeta pensador.

Só sei, que quando sinto, enquanto penso
se perco o sentimento ou perco o senso,
não há consenso, então: seja o que for!
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 29/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras