No prelo há quase 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos

"Não há amor que mais facilmente perdoe, e mais benignamente interprete e dissimule defeitos, que o amor de pai." Padre Antônio Vieira

Metáforas para o dia dos pais

Amor de pai é qual caju de vez
a balançar, em paz, no cajueiro.
Ao longe já se faz sentir o cheiro,
enquanto o sol dá tom à nova tez.

Amor de pai é qual um candeeiro,
que não se rende ao luminar da lua.
Ao longe sinaliza qual a rua,
que pode dar acesso ao mundo inteiro.

Amor de pai é qual embriaguez
de quem bebeu o mundo duma vez
e não perdeu o norte, nem o trilho.

Amor de pai é qual um beija-flor
que voa, da aurora ao sol se pôr,
nas asas do amor que tem ao filho.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 12/08/2017
Alterado em 12/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras