No prelo há mais de 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos

"Se você não conseguir fazer com que as palavras trepem, não as masturbe." Henry Miller

Masturbação intelectual

Não excite a palavra sem razão,
simplesmente por ter um pensamento,
pois o verbo é maior do que o momento
e o momento precisa da ação.

Quem excita a palavra sem razão
faz do verbo o jazigo do talento,
pois o verbo é a letra em movimento
e a letra é um verbo sem ação.

A palavra é a voz do pensamento,
quando o verbo atropela a razão
e desdiz o que diz o coração,
quando a dor se desfaz do sofrimento.

A palavra, meu caro, é como o vento
a soprar um chumaço de algodão.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 05/01/2018
Alterado em 05/01/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras