No prelo há quase 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos

Teoria da felicidade

Do gene o maior pedaço,
Do soma a melhor fatia,
Da poesia a magia,
Da natureza o compasso.

Do gene a desenvoltura,
Do soma a anatomia,
Da poesia a valia,
Da natureza a bravura.

Eis, pois, a felicidade,
Sem preconceitos, e nua,
Que mora na mesma rua
Do saber e da verdade.

A minha felicidade,
Genética e embrionária,
Quimicamente refratária
Ao tédio da humanidade,

Custa um tico da metade
Da minha conta bancária.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 15/01/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras