No prelo há mais de 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos

Céu de balões (visão da Capadócia)

Em um céu de balões de todas cores,
O arco-íris voa como um sonho!
O sol ganha mais brilho e mais tamanho,
E a natureza exala seus olores!

Centenas de balões, quais beija-flores,
Flutuam nos jardins do infinito!
E mundo, aqui de cima, é tão bonito,
Que até, do arco-íris, rouba as cores!

O vento sopra as barbas do destino,
Enquanto me segreda algo divino,
Que penso ter ouvido algum dia.

Meu coração acerta o batimento,
E tudo o que me vem ao pensamento
Voa feito balões de poesia!
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 11/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras