No prelo há mais de 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Áudios
Título Categoria Data Audições
Sonho de criança Poesias Recitadas 25/11/07 120
Fabela do poeta e o capitalista Poesias Recitadas 01/07/07 49
Sois poetas Poesias Recitadas 01/07/07 46
Um ciclo do desejo Poesias Recitadas 30/06/07 46
Pra não dizer que não falei das flores Poesias Recitadas 27/10/18 35
Mentira de amor Poesias Recitadas 23/06/18 31
Soneto à primavera de Vivaldi Poesias Recitadas 24/06/17 30
A filosofia em cordel Poesias Recitadas 29/09/19 29
Soneto ao luar Poesias Recitadas 24/11/18 23
Metáfora a uma quimera Poesias Recitadas 25/06/17 21
Sonho de verão Poesias Recitadas 04/11/18 20
Zé do lixo Poesias Recitadas 23/06/18 20
Cenário de um estupro Poesias Recitadas 16/06/18 20
Magia de Natal Poesias Recitadas 28/11/18 19
Porque hoje é um dia qualquer... Poesias Recitadas 23/06/18 19
Metáfora ao primeiro amor Poesias Recitadas 05/04/20 17
o jegue misterioso Poesias Recitadas 28/12/18 17
La boheme Poesias Recitadas 16/06/18 17
Darwinismo social Poesias Recitadas 26/03/20 16
Adversidade Poesias Recitadas 23/03/20 16
Página 1 de 9 1 2 3 4 5 6 7 8 9 [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras