No prelo há quase 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos

João do Vale vale a sua história

Poeta nascituro, pé no chão,
que deu asas ao bicho carcará,
e que deu voz ao velho sabiá
que pisa na fulô do coração.

Humilde cantador, lá do sertão,
que deu estrada ao velho pau de arara,
e fez da sua história a joia rara,
que enfeita os coqueirais do Maranhão.

Poeta, cantador, alma feliz
que amou, de Teresina à São Luiz,
e não perdeu o trem, tampouco o norte.

João do Vale vale a sua história,
que é bem maior do que a vã memória
pôs a minguar depois da sua morte.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 04/08/2017
Alterado em 04/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras