No prelo há mais de 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos
Título Categoria Data Leituras
Insônia poética Poesias > Pensamentos 10/12/19 13
Flor do mandacaru Poesias > Reflexão 17/11/19 14
O palhaço Poesias > Tristeza 17/11/19 10
Nasce uma quimera! Poesias > Pensamentos 06/11/19 12
Tartufo Poesias > Pensamentos 05/11/19 10
Frevo de cordel Poesias > Redondilha 21/09/19 18
Fim de linha Poesias > Pensamentos 06/09/19 16
Alter ego Poesias > Pensamentos 28/08/19 11
Poeta do riso Poesias > Pensamentos 24/08/19 11
Censura Poesias > Pensamentos 18/08/19 12
Más razões Poesias > Pensamentos 18/08/19 8
À sombra da arte Poesias > Pensamentos 18/08/19 11
Autoconhecimento Poesias > Pensamentos 18/08/19 8
O parto do riso Poesias > Pensamentos 16/08/19 8
Bastardo do medo Poesias > Pensamentos 10/08/19 3
Maturidade Poesias > Pensamentos 10/08/19 9
Teorema da verdade Poesias > Pensamentos 08/08/19 11
Triste fim Poesias > Pensamentos 26/07/19 11
Podemos ser amigos Poesias > Pensamentos 20/07/19 8
Piada infame Poesias > Pensamentos 19/07/19 31
Página 1 de 21 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras