No prelo há mais de 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos

"Há homens que são como as velas; sacrificam-se, queimando-se para dar luz aos outros." Padre António Vieira

A flor que não morreu

Há quem saiba queimar o mundo inteiro,
com guerras nucleares... outrossim,
pra regar a florzinha dum jardim,
é preciso saber ser jardineiro.

Há quem queira voar, qual querubim,
com as asas dum "Efe vinte e dois"...
e deixar a florzinha pra depois,
se a água chegar antes do fim.

Há quem saiba ganhar muito dinheiro,
ser capaz de comprar o mundo inteiro
e deixar a florzinha ao relento.

Há quem saiba, porém, ser jardineiro:
distinguir a florzinha pelo cheiro
e guardá-la, em paz, no pensamento.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 16/12/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras