No prelo há mais de 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos
Acrósticos (1) Artigos (4) Contos (2)
Cordel (26) Frases (24) Haikais (3)
Humor (5) Mensagens (4) Natal (8)
Pensamentos (20) Poesias (336) Sonetos (1068)
Textos Eróticos (2)
Título Categoria Data Leituras
Um sábio no espelho Poesias > Pensamentos 29/07/17 7
A arte de viver a arte Poesias > Pensamentos 29/07/17 14
A pena do poeta Poesias > Pensamentos 29/07/17 14
Dualidade Poesias > Pensamentos 29/07/17 17
Um ocaso por acaso Poesias > Pensamentos 21/07/17 17
Menção ao músico operário Poesias > Pensamentos 17/07/17 12
"Apresentaaarrr... armas!" Poesias > Pensamentos 15/07/17 14
Mentira capital Poesias > Pensamentos 01/07/17 24
Capitalismo doméstico Poesias > Social 30/06/17 15
Pseudologia filosófica e Terral (interação com o amigo Fernando Cunha Lima) Sonetos 18/06/17 59
Hebe é lisa, mas é forte! Cordel 12/06/17 40
Paradoxo capital Poesias > Pensamentos 05/06/17 17
Cenografia da mentira Poesias > Pensamentos 24/05/17 36
Penso, logo insisto Pensamentos 20/05/17 28
Aos pés de Dante Poesias > Dedicatórias 14/05/17 26
Galos sem quintais Poesias > Dedicatórias 14/05/17 25
O empreendedor Pensamentos 13/05/17 16
Apenas mãe Poesias > Dedicatórias 13/05/17 22
Sociopatas de patas Poesias > Redondilha 13/05/17 32
Palavras e sons... Poesias > Dedicatórias 02/05/17 33
Página 6 de 76 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras