No prelo há mais de 50 anos...

O amor, poeta, é como cana azeda, A toda boca que não prova engana. (Augusto dos Anjos)

Textos
Título Categoria Data Leituras
Filosofia tal e qual Sonetos 14/03/15 27
Ponto de vista Sonetos 13/03/15 33
Erro crasso Sonetos 13/03/15 28
Politização Sonetos 13/03/15 26
Político de carreira Sonetos 12/03/15 22
Resistência/Surda(Ângela Faria de Paula Lima) Sonetos 08/03/15 37
Falha vacinal Sonetos 07/03/15 16
O mal do amor / Amor não é algoz (Ângela Faria de Paula Lima) Sonetos 06/03/15 42
Pretensioso Sonetos 05/03/15 35
A língua dos guetos do parnaso Sonetos 04/03/15 20
Valor real Sonetos 03/03/15 28
Poema satírico Sonetos 01/03/15 34
Deus e o diabo Sonetos 28/02/15 62
Vetor sem seta Sonetos 28/02/15 32
Féretro Sonetos 27/02/15 29
Simpatia pra não fazer neném Sonetos 21/02/15 29
Sentença de morte Sonetos 21/02/15 54
Arrogo Sonetos 21/02/15 40
Autobiografia do conhecimento Sonetos 21/02/15 37
Pseudologia filosófica Sonetos 20/02/15 18
Página 8 de 54 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras